quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Circunstancia

Esta paz que sinto em minh’alma
Não é porque olho ao meu redor
Esta paz que sinto em minh’alma
É porque eu olho ao meu Senhor
Não olho as circunstancias (não, não, não).
Olho o seu amor (seu grande amor)
Não me guio por vista (ah!).
Alegre estou...

Este gozo que sinto em minh’alma
Não é porque tudo me vai bem
Este gozo que sinto em minh’alma
É porque eu sigo a quem é fiel

E ainda que a terra não floresça
Ou a vinde não dê o seu fruto
E ainda que os montes se lancem ao mar
Ou que a terra trema, hei de confiar.
Aleluia, oh glória e aleluia!
Aleluia dou ao meu Senhor.

0 comentários :

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial