terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Deixou o esplendor da Sua glória



Deixou o esplendor de Sua glória
Sabendo o destino Seu aqui
Estavas só e ferido no Golgata
Para dar sua vida por mim

Se isto não for amor, o oceano secou
Não há mais estrelas no céu
As andorinhas não voam mais
Se isto não for amor, o céu não é real
Tudo perde o valor, se isto não for amor

Mesmo na morte lembrou-se
De um ladrão que a seu lado estava
Com amor e ternura falou-lhe
“No paraíso comigo irás.”

0 comentários :

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial